Iniciação Científica

O turismo e sua relação com a gastronomia: Uma análise do potencial gastronômico de São Bartolomeu, distrito de Ouro Preto/MG
Orientadora:
Alissandra Nazareth de Carvalho
Discente: Narayhane Oliveira Gonzaga Delabrida
Resumo: O projeto tem como objetivo principal discutir acerca das possibilidades de desenvolvimento da relação entre turismo e gastronomia em São Bartolomeu, distrito de Ouro Preto/MG. Metodologicamente, se caracteriza como descritivo-exploratório, por buscar relacionar a temática do turismo gastronômico com o processo de planejamento para atividade turística, realizando pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo com entrevistas semi-estruturadas. Busca-se neste projeto, apresentar caminhos de potencializar o turismo, levantando discussões sobre planejamento em pequenas localidades e criação de roteiros gastronômicos.
Conviver: valorização e capacitação de pessoas para o turismo vivo
Orientadora:
 Raíssa Keller
Resumo: É um projeto de extensão da Universidade Federal de Ouro Preto idealizado pela Professora Kerley Alves do Departamento de Turismo da Escola de Direito, Turismo e Museologia. O projeto conta com a parceria dos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS que integram a Secretaria de Assistência Social, Habitação e Cidadania da Prefeitura Municipal de Ouro Preto no planejamento e nas ações das atividades e no encaminhamento do público participante para as atividades semanais do projeto. O objetivo geral do Projeto Conviver é sensibilizar e integrar a comunidade para a atividade turística e cultural através de oficinas e cursos para o aprimoramento pessoal, com vistas a autoestima e empoderamento; aprimoramento profissional para aperfeiçoamento técnico para o turismo e inserção social dos participantes, por meio da interdisciplinaridade.
Gastronomia mineira e centro histórico de Ouro Preto: Uma análise do marketing turístico e da valorização dos hábitos alimentares mineiros no centro histórico
Orientadora:
Alissandra Nazareth de Carvalho
Discente: Hayla Fortes
Resumo: O estudo busca refletir acerca da gastronomia mineira e suas interfaces com o turismo e com o marketing turístico. Além do patrimônio material, há também as expressões culturais locais, entre elas a produção de comida típica mineira na zona rural de Ouro Preto e seus distritos. Tem como objetivo buscar responder questões e sugerir o planejamento de uma feira gastronômica no Centro Histórico de Ouro Preto, uma vez que em períodos de alta do fluxo turístico as ruas do centro histórico são bastante frequentadas. Trata-se de uma pesquisa quantitativa onde pretende-se aplicar questionários em turistas e visitantes que se alimentarão na localidade, além de roteiro de entrevistas para gestores e empresários locais, do ramo de restaurantes.
Dádiva, Comida e Mineiridade: estudo da hospitalidade no Festival Comida di Buteco em Belo Horizonte
Orientador: Leandro Benedini Brusadin
Programa: PROBIC – FAPEMIG
Discente: Sergio Fernando Ferreira
Resumo: O oferecimento de comida e bebida é uma das práticas históricas da hospitalidade fundamentada pelo ato simbólico de dar algo de si próprio para o outro. Esse tipo de doação pode ser compreendida a luz da teoria da dádiva de Marcel Mauss e seu sistema de trocas: dar-receber-retribuir. A mineiridade é representada pela sua comida  e está presente no imaginário social do brasileiro como uma prática do acolher humano e seu vínculo com o aconchego doméstico. Esse projeto de pesquisa se propõe estudar o Festival Comida di Buteco, em Belo Horizonte, enquanto ato social e antropológico. O objetivo é compreender as possíveis trocas de hospitalidade realizada entre o público diante do ato de alimentar-se em grupo nos ambientes comerciais e urbanos. A metodologia baseia-se em pesquisa quali-quantitativa com o público que frequenta o evento em uma amostragem aleatória e não probabilística. Por fim, espera-se considerar acerca da existência da relação de dádivas oferecidas por meio da comida típica durante o Comida di Buteco, enquanto hospitalidade contemporânea, produto de uma tradição antiga inventada pela mineiridade.
Os Paradoxos do Acolhimento nas Repúblicas Estudantis de Ouro Preto: um olhar socioantropológico
Orientação: Leandro Benedini Brusadin
Programa: PIBIC – CNPq
Discente:  Pillar Petrina Penido Pereira
Resumo:  A hospitalidade doméstica, em usufruto da teoria da dádiva de Marcel Mauss (2008), é uma forma de compartilhar valores em um processo voluntário e, ao mesmo tempo, obrigatório, diante do processo de acolher no ambiente do lar. Este projeto de pesquisa objetiva estudar as representações da hospitalidade nas repúblicas estudantis de Ouro Preto (MG), em uma abordagem socioantropológica, dentre os estudantes que vivenciam ou experimentaram as práticas de receber os seus pares ou serem recebidos pelos mesmos em diferentes situações. Parte-se da hipótese de que o poder simbólico de dadas tradições locais interfere no processo de escolhas e trocas sociais dos atores incluídos e / ou excluídos deste grupo. Além da pesquisa bibliográfica no que tange aos aspectos interdisciplinares da temática em questão, a metodologia baseia-se em pesquisa observatória - participante com diário de campo e registo de imagens e, ainda, pesquisa qualitativa com os tipos distintos de moradores classificados pelo grupo e com estudantes outros que se sentem a margem deste processo social.  Por fim, espera-se tecer as possíveis relações de acolhimento e hostilidade que ocorre neste complexo ambiente social com o intuito de uma proposição profícua para o estabelecimento de laços sociais diversos. 

Gestão Pública para o Desenvolvimento Turístico dos Sítios Patrimônio da Humanidade da UNESCO
Orientador:
Marcos Eduardo C. G. Knupp
Discente: Matheus Evangelista
Descrição: Este projeto tem como tema principal as políticas públicas de turismo. O campo da análise de políticas públicas está em constante desenvolvimento, desde quando se iniciaram os estudos sobre as políticas públicas na primeira metade do século XX. Neste campo, as interações entre atores políticos são de extrema importância para investigar as políticas públicas, através de seus fluxos, sua dinâmica, de modo a identificar as agências públicas e os atores participantes. Sendo assim, buscar-se-á compreender a colaboração entre os atores turísticos da cidade de Ouro Preto, Patrimônio Mundial da Humanidade, UNESCO, na gestão do turismo. Neste sentido, utilizará de metodologia mista, qualitativa e quantitativa, buscando a análise documental em órgãos oficiais e dados estatísticos disponíveis em órgãos de pesquisa, além de entrevistas semi-estruturadas junto aos atores do destino. Neste sentido, este estudo elencará diferentes indicadores que permitem analisar o nível de colaboração entre os atores para a gestão do turismo na cidade, investigando três categorias, a saber: caracterização do turismo, importância relativa do turismo para o destino e maturidade colaborativa dos atores turísticos

O Impacto Socioeconômico dos Eventos Sediados no Centro de Convenções da UFOP como Fator de Desenvolvimento do Turismo
Orientadores: Marcos Eduardo C.G. Knupp; Carolina Lescura.
Discentes: Mariana Gomes; Pillar Petrina; Luciano
Descrição: Este projeto tem como tema principal o impacto dos eventos nos destinos turísticos. Os eventos, importante campo de estudos na área do turismo, tornaram-se tão popularizados nos dias de hoje que setores governamentais, corporativos e comunitários os criam com os mais diversos objetivos, seja para atrair incentivos financeiros ou benefícios culturais e/ou sociais para os destinos turísticos, conformando-se um dos mais importantes e maiores setores que compõe a atividade turística. Neste sentido, durante todo o ano a cidade de Ouro Preto, MG, importante destino turístico, recebe eventos de diversos tipos, seja de caráter cultural, religioso, manifestações artísticas, sociais, corporativos, científicos, dentre outros. Sendo assim, o Centro de Artes e Convenções da Universidade Federal de Ouro Preto, criado em 2001, é um importante equipamento turístico, especialmente voltado para o setor de eventos, que se somam aos demais equipamentos da cidade, a fim de fomentar este setor, sendo um dos principais espaços de convenções de Ouro Preto. Para tanto, esta pesquisa visa analisar qual a importância deste equipamento para turismo de Ouro Preto e compreender o impacto socioeconômico dos eventos sediados neste espaço para o turismo da cidade. Para atingir este objetivo, utilizar-se-á de métodos quantitativos e qualitativos, por meio de pesquisa documental em relatórios de pesquisa de órgãos oficiais do turismo, bem como de aplicação de formulários semiestruturados nos atores do turismo da cidade, seus gestores, residentes e nos frequentadores deste espaço. Assim, busca-se mensurar sua importância para o fomento deste setor e qual seu significado econômico, social e cultural para o turismo deste destino.